curriculo-vitae

A acção voluntária desenvolve-se praticamente em todos os âmbitos temáticos, em todos os campos de actuação, só tens de te fixar nos que mais se adaptam ao teu perfil, para que a tua estadia seja mais proveitosa.

Enriquecer o seu currículo é efectivamente muito importante para superar adversários directos, principalmente os que possuem a mesma formação e experiência profissional.

Some pontos ao seu Curriculum Vitae.

.

Campos de acção de voluntariado

Em seguida apresentamos algumas das áreas em que podes desenvolver-te profissionalmente.

    • Social. Muitos voluntários trabalham no apoio a pessoas e colectividades socialmente excluídas, no acolhimento e integração de emigrantes, na luta contra a pobreza, na atenção a colectividades sociais com necessidades, carências ou sem capacidades de vários tipos, etc.
    • Cultural. Muitos voluntários levam a cabo trabalhos de recuperação ou conservação da entidade cultural, na promoção da criatividade, na divulgação do património cultural, etc.
    • Educativo. Também podes trabalhar na alfabetização e educação de pessoas adultas, na defesa da educação para todos, na dinamização e promoção de actividades e participar na comunidade escolar, etc.
    • Participação cidadã e civismo. Muitos voluntários trabalham na promoção da cidadania, no fortalecimento do tecido associativo, no impulso da iniciativa social, na criação e animação de redes sociais, etc.
    • Meio ambiente. Muitos voluntários trabalham na protecção ou recuperação de espécies ou espaços naturais, na denúncia de situações de degradação do meio ambiente, no desenvolvimento da consciência do ambiente entre os cidadãos, etc.
    • Saúde. Muitos voluntários trabalham na promoção da saúde, no conhecimento de hábitos de vida saudáveis, na resposta a situações de necessidades sanitárias, etc.
    • Promoção de colectivos. Muitos voluntários trabalham na promoção, defesa de direitos, integração social de determinados colectivos sociais: mulheres, jovens, emigrantes, reclusos, grupos étnicos, etc.
    • Direitos Humanos. Muitos voluntários trabalham na denúncia de injustiças contra a pena de morte, em defesa dos direitos humanos, na justiça, nos valores democráticos, etc.
    • Cooperação Internacional. Muitos voluntários trabalham na promoção e desenvolvimento de projectos de cooperação, no combate à pobreza e na promoção do desenvolvimento nos países pobres/empobrecidos do sul, etc.
    • Emergência e socorros. Muitos voluntários trabalham na resposta a situações de emergência causadas por desastres naturais, guerras, fome, etc.
    • Desenvolvimento sócio económico. Muitos voluntários trabalham no desenvolvimento de projectos de promoção sócio-económico ou desenvolvimentos comunitários, que procuram melhorar as condições de vida de uma comunidade ou de um sector social concreto, etc.
    • Tempo livre. Muitos voluntários trabalham, fundamentalmente com crianças e adolescentes, na educação em tempos livres, na promoção de valores, conhecimentos e atitudes em actividades recreativas que têm lugar nos tempos livres, etc.

.

Direitos e deveres do voluntário

O voluntário é aquela pessoa que livremente se compromete a realizar actividades de interesse geral.

Os direitos do voluntário são os seguintes:

    • Receber, tanto com carácter inicial como permanente, a informação, formação, orientação, apoio e, no seu caso, meios materiais necessários para o exercício das funções que lhe destinem.
    • Serem tratados sem discriminação, respeitando a sua liberdade, dignidade, intimidade e crenças.
    • Participar activamente na organização em que se inserem, colaborando na elaboração, esboço, execução e avaliação dos programas, de acordo com os seus estatutos ou normas de aplicação.
    • Terem seguro contra riscos de acidentes e doenças derivadas directamente do exercício da actividade de voluntário, com as características e capital seguro que regularmente se estabeleçam.
    • Serem reembolsados por gastos realizados no desempenho das suas actividades.
    • Dispor de um cartão identificativo da sua condição de voluntário.
    • Realizar a sua actividade nas devidas condições de segurança e higiene em função da natureza e caractersticas da actividade.
    • Obter o respeito e reconhecimento pelo valor social da sua contribuição.

.

Deveres do voluntário:

    • Cumprir os compromissos realizados com as organizações em que se integrem, respeitando as finalidades e as normas das mesmas.
    • Guardar, quando assim for necessário, confidencialidade da informação recebida e conhecida no desenvolvimento da sua actividade voluntária.
    • Recusar qualquer contra prestação material que possam receber tanto dos beneficiários como de outras pessoas relacionadas com a sua acção.
    • Respeitar os direitos dos beneficiários da sua actividade voluntária.
    • Actuar de forma cuidadosa e solidária.
    • Participar nas tarefas de formação previstas pela organização de modo concreto para as actividades e funções confiadas, assim como as que com carácter permanente se necessitem para manter a qualidade dos serviços que prestam.
    • Seguir as instruções adequadas aos fins que se distribuam no desenvolvimento das actividades solicitadas.
    • Utilizar devidamente o cartão de identificação e distintivos da organização.
    • Respeitar e cuidar dos recursos materiais que ponham à sua disposição as organizações.

1 COMENTÁRIO

  1. meu curriculum e ainda fraco, gostaria de enriquece-lo, mas e visto que no meu pais sao poucas as oportunidades de voluntariado, nao sei por onde comecar.

DEIXE UMA RESPOSTA