emprego-alemanha

Schwäbisch Hall é uma cidade no Sul da Alemanha que pretende contratar trabalhadores Portugueses, esta cidade conta com três mil novos empregos disponíveis todos os meses onde o salário médio é de 3.500 euros.

Na Alemanha há mais de 400 mil empregos à espera de candidatos. Os engenheiros estão no topo de lista das profissões mais procuradas, mas há um sem número de sectores a precisar de quadros qualificados.

O salário médio é de 3.500 euros brutos e um engenheiro pode ganhar entre seis a oito mil euros. Nesta cidade em que os empregos correm atrás das pessoas, a taxa de desemprego jovem é de 2%, quinze vezes menor que o valor registado em Portugal.

Há hipóteses para quem fala inglês, mas na maioria das ofertas falar alemão é essencial. Ainda assim, falar português também pode ser uma vantagem. “Dominar o português é um factor importante porque temos negócios no Brasil e em Angola”, afirma Herr Christian Meyer, director de recursos humanos da Voith Turbo, uma empresa com mais de cinco mil trabalhadores.

Mas muitas das multinacionais que procuram pessoas estão disponíveis para pagar o curso de alemão e até a arranjar lugar onde ficar, emprego para o cônjuge e escola para os filhos.

.

Sobre a cidade Schwäbisch Hall

Schwäbisch Hall, ou simplesmente “Hall”, como é chamada pelos habitantes locais, é uma idílica cidade pequena com 37.000 habitantes, cuja força económica está concentrada no forte sector de comércio e de prestação de serviços.

Empresas da área de financiamento imobiliário, tecnologia solar e de telecomunicações têm sua sede em Schwäbisch Hall. Uma ampla oferta de escolas e instituições de ensino atrai muitos jovens para a região.

Nesta cidade, os jardins de infância têm pessoal especializado para apoiar no ensino da língua a crianças que vieram de outros países para que quando entrem na escola primária não tenham qualquer dificuldade com a língua.

A escola é gratuita e se tem crianças pequenas saiba que pagará 85 euros por mês no jardim de infância. Se quiser um horário prolongado de dez horas, a factura sobe para os 240 euros.

Na cidade, a renda de uma casa com dois quartos ronda os 450 euros por mês.

A representante económica da região fala do “big five” para convidar os estrangeiros a vir para esta latitude e não poupa nos elogios: “empresas internacionais e líderes de mercado, numa cidade sem engarrafamentos nas horas de ponta, numa região limpa segura e com um ambiente familiar, cheia de vida e actividades culturais e com comida saudável.

.

Quais as empresas que querem contratar portugueses?

Ziehl-Abegg

A multinacional líder na construção de motores Ziehl-Abegg convida estudantes internacionais de Engenharia Mecânica e Eléctrica, de Gestão de Empresas e MBA a candidatarem-se. Basta enviar um currículo em inglês para career@ziehl-abegg.de.

Dominar o inglês neste caso é essencial, já o alemão “é um plus, mas não um must”, explica Ramona Blankenstein, responsável pelo recrutamento internacional. Ou seja, a empresa está disponível para financiar os estudos da língua. A estas vagas poderão candidatar-se alunos ainda na universidade que poderão receber bolsas de estudo.

.

Würth

Com quase dez mil milhões de euros de volume de negócios, em 2010, e 400 filiais em 84 países, a empresa especialista na entrega de ferramentas Würth tem mais de seis mil trabalhadores. “Precisamos sempre de pessoas”, mas no sector das vendas falar alemão é essencial. Tem entre 100 a 150 vagas, das quais 15 a 20 são para engenheiros e arquitectos.

A maioria é para o sector das vendas e, nestes casos, tem que dominar alemão. Carmen Hilkert, responsável pelos recursos humanos, está neste momento em Espanha a contratar pessoas.

.

Optima Group

É muito provável que tenha na sua cozinha ou casa-de-banho produtos embalados por esta multinacional. Chama-se Optima Group e é a maior empresa do sector situada na região de Bade-Vurtemberga, que é conhecida como “packaging valey” e que tem uma facturação de 12 mil milhões de euros.

Mais de 60% dos seus empregados são engenheiros. Pretendem “pessoas que estejam interessadas em comunicar com outras culturas” e estão abertos “a contratar pessoas de outros países”, diz Hans Buhler, o CEO da empresa.

CLIQUE AQUI PARA VER AS OFERTAS DE EMPREGO DISPONÍVEIS EM OPTIMA GROUP

.

Sonnenhof Arche

Hospitais e serviços de cuidados de pessoas e crianças com necessidades educativas especiais é a principal actividade de Sonnenhof Arche. O hospital é o 2º principal empregador da cidade com 1.300 postos de trabalho, 130 dos quais são médicos. Tem dificuldade em encontrar pessoas para preencher as vagas e quer atrair “jovens talentosos” para trabalhar ou estagiar.

É importante que falem alemão, mas é dado apoio para que o obstáculo da língua possa ser ultrapassado. O hospital precisa de 10 médicos e 10 pessoas para outros sectores.

.

Voith Turbo

“Dominar o português é um factor importante porque temos negócios no Brasil e Angola”, afirma Herr Christian Meyer, director de recursos humanos da Voith Turbo, uma empresa com mais de 1,5 mil milhões de euros de volume de negócios e mais de cinco mil trabalhadores.

Oferece um salário médio bruto de seis mil euros. Também a Bem-papst GMBH & CO tem 10 a 20 vagas para engenheiros a que pode candidatar-se através do site www.ebmpapst.com. Já a Robert Bosch Gmbh Packaging precisa de 50 a 60 engenheiros mecânicos ou eléctricos.

.

Como enviar a Candidatura

Se está interessado, basta enviar o seu currículo em inglês para SchwaebischHall.Arbeitgeber@arbeitsagentur.de. A agência de emprego da cidade promete fazer tudo para lhe arranjar um lugar.

Consulte todas as ofertas de emprego no Portal de Emprego Arbeitsagentur – http://jobboerse.arbeitsagentur.de/

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS TAMBÉM...

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO...