estagios

O Programa de Estágios Profissionais abrange a partir de agora um novo grupo de destinatários com a publicação da Portaria n.º 3-B/2013, de 4 de Janeiro.

Com a publicação da portaria é alargado o público-alvo do Programa de Estágios Profissionais, passando a abranger como destinatários, os desempregados, inscritos nos Centros de Emprego ou Serviços de Emprego dos Centros de Emprego e Formação Profissional.

Uma outra obrigatoriedade destes novos destinatários desempregados é integrar uma família monoparental ou cujos cônjuges, ou pessoas com quem vivam em união de fato, se encontrem igualmente desempregados.

Além deste novo grupo de destinatários o programa de estágios profissionais abrange jovens até 30 anos com qualificação de nível 4 ou superior e de adultos com mais de 30 anos à procura de novo emprego que tenham obtido há menos de 3 anos uma qualificação de nível 2 ou superior,

Assegura-se, assim, melhores perspetivas de reconversão profissional e reinserção no mercado de trabalho a estes desempregados, através da realização de estágios de 9 meses em entidades empregadoras privadas com ou sem fins lucrativos.

Valores monetários dos estágios profissionais para desempregados

Estes desempregados, quando participam no estágio, têm direito a bolsa mensal no valor do Indexante de Apoios Socais, a subsídio de alimentação e seguro, sendo as entidades que os acolhem comparticipadas pelo IEFP, IP a 100% no valor da bolsa e, dentro de determinados limites, no valor do subsídio de alimentação e do prémio do seguro.

Para mais informações consulte a Portaria n.º 3-B/2013, de 4 de Janeiro e o Regulamento do Programa.

DEIXE UMA RESPOSTA